FALE CONOSCO
Categoria > Logística

O serviço de transporte de valores tem como finalidade garantir que os produtos ou valores do contratante sejam entregues em segurança no destino.

A Sefaz Nacional divulgou o lançamento da GTVe (Guia de Transporte de Valores eletrônica), modelo que substitui a antiga Guia de Transporte de Valores manual (GTV).

A GTVe é um documento eletrônico criado para documentar as operações de transporte de valores em espécie, sendo utilizada para registrar as etapas do processo de coleta e transporte de valores.

Conforme o Ajuste SINIEF 25/20, a obrigatoriedade da emissão de GTVe está prevista para 1º de setembro de 2022. Inovadora, a medida representa um marco tanto para o transporte de valores no Brasil, que digitalizará um processo complexo e, aos poucos, deixará de utilizar toneladas de papel poupando o meio ambiente – bem como para a fiscalização.

A implantação da GTVe completa o ciclo de digitalização dos documentos fiscais na área de transportes no País, que teve seu início em 2005 com a Nota Fiscal Eletrônica.

Para emitir o novo documento, é necessário atrelar um CNPJ a cada ponto de coleta dos valores, além de indicar a placa do veículo utilizada no transporte, a UF em que o veículo está licenciado e o RNTRC (Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas) do transportador de coleta dos valores. Logo, a empresa deve manter seus cadastros sempre atualizados e padronizados para trabalhar com tranquilidade e conformidade.

A Azix é especializada em Big Data e ajuda as empresas a se adequarem a esta nova exigência do setor. Através do enriquecimento da base de dados, a Azix completa informações faltantes ou divergentes, como CNPJ, razão social ou endereço de entrega, para a correta emissão da GTVe.

Sua empresa vai emitir o GTVe? Evite problemas com dados incompletos e incorretos. Entre em contato conosco através de nossos canais de atendimento para saber como podemos te auxiliar nesse processo!

Por Ivana Avellar (Coordenadora de Marketing da Azix)